sexta-feira, 1 de maio de 2009

Estrutura e planificação do treinamento desportivo




No primeiro gráfico observamos um macrociclo de cinco mesociclos, nesta estrutura em cada mesociclo se vê a correlação entre a preparação geral e a preparação especial e a medida que o processo avança se vão diferenciando mais os ambos tipos de preparação. Assim temos no exemplo que a relação primária parte de uma proporção de 40% a geral por um 60% a especial. A primeira como colocamos continua diminuindo enquanto que a segunda continua aumentando até chegar ao mesociclo nº 5 no qual observamos uma relação de 5% a preparação geral e 95% a preparação especial. Aqui temos uma estrutura que propicia o atleta participar das atividades competitivas do calendário quase ao começar seu ciclo, digamos desde a terceira semana aproximadamente isto resolve um problema atual muito importante, geralmente os atletas dispõem de pouco tempo de concentração preliminar para a temporada competitiva aspecto que já foi mencionado.

Ao observar o segundo exemplo constatamos uma dupla campana contínua, isso se deve a que o atleta depois de haver terminado uma temporada competitiva quase imediatamente deve começar a outra. Observa que ainda unindo as duas campanas o pêndulo não cruza a fronteira de diferenciação, quer dizer, a preparação especial em relação da carga percentual, o alívio está depois de haver terminado um macrociclo neste caso o primeiro de três mesociclos com uma relação de 10% - 90% - geral e especial respectivamente, se inicia uma nova campana na estrutura com uma relação de 45% - 65%. Neste caso a também a possibilidade de inverter a ordem das campanas, a primeira de cinco mesociclos e a Segunda de três, isto dependerá basicamente do calendário de competições e das possibilidades dos atletas de suportar um alto regime de preparação especial.

Dois aspectos a considerar na planificação das campanas estruturais são as seguintes:

A consideração de planificar as campanas estruturais do treinamento, esta concepção foi formulada no livro Entrenar para Ganar. Metodologia del entrenamiento desportivo. Argentina, México (1994), Espanha (1997) (do próprio autor). As direções concretam o trabalho em cada meso e micro estrutura pelo que a planificação e o controle do trabalho se faz mais efetivo.

As destinar um porcento de trabalho na preparação geral e a preparação especial se deverá destinar quais direções de treinamento correspondem - isto é por tipo de esporte como é lógico - a cada tipo de preparação.

Leia mais clicando aqui


Comente:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Arquivo do blog