quarta-feira, 28 de junho de 2017

Alongamento no ciclismo




http://bikeloko.com.br/wp-content/uploads/2016/05/alongamento-ciclo.jpg


O alongamento faz com que o ciclista tenha uma boa amplitude de movimentos nos quadris e costas, o que é fundamental para conseguir manter uma postura mais aerodinâmica na bike. Outro benefício é que a prática evita dores no dia a dia em decorrência do esforço empregado pelas pernas ou mesmo da postura inclinada na bike.
  • Reduzem também as tensões articulares provocadas por músculos muito encurtados, que na maioria das vezes são responsáveis por problemas articulares (principalmente em idosos ou indivíduos que se viciam em posições erradas no dia-a-dia ); 
  • Aumenta da eficiência mecânica por permitir a realização dos gestos desportivos em faixas aquém do limite máximo do movimento onde a resistência ao gesto é maior; 
  • Permite a realização de gestos e movimentos que sem esta seriam simplesmente impossíveis; 
  • Diminui os riscos de lesões e distensões, apesar de não confirmado experimentalmente, a prática nos tem demonstrado sua veracidade; 
  • Propicia condições para melhoria da agilidade, força e velocidade, reduzindo a deterioração física associada com a idade. 
Por conta da posição, ciclistas tendem a ter os músculos flexores do quadril mais curtos e tensos, o que pode causar problemas nas costas, principalmente na região da lombar. O alongamento ajuda a prevenir esses problemas ou mesmo evitar que se tornem crônicos.

Veja exemplos de alongamento na imagem abaixo

http://c9.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/n79049abf/5839926_8YT6K.jpeg

Publicado em 24/05/10 e revisado em 28/06/17


Comente:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Arquivo do blog