terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Lesões mais comuns em treinamento para corredores





De acordo com os pressupostos acima descritos, para que uma pessoa possa treinar corrida e posteriormente participar de provas dessa modalidade é necessário que no contexto do seu treinamento existam treinos específicos para cada componente da aptidão física. Caso contrário a performance na execução da corrida ficará comprometida, podendo inclusive, surgirem lesões decorrentes da falta de consideração aos componentes acima elencados, muito comum entre corredores, Confira abiaxo:

Nos Pés:

Fascite Plantar: Inflamação de estrutura de sustentação da sola dos pés. É a principal causa de dor no calcanhar. Seu tratamento consiste em palmilhas eventuais, modificação do treinamento, antiinflamatórios, exercícios de alongamento e aplicações de gelo.

Metatarsalgia: Dor na região anterior da sola dos pés. O tratamento inclui uso eventual de palmilhas, modificação da superfície de treinamento, escolha de tênis adequados.

Fraturas de fadiga: Também chamadas de fraturas de stress. São como as chamadas fadigas de material, ocasionadas por uso repetitivo e sobrecarga de treinamento. O atleta pode apresentar dor insidiosa e persistente, que aos poucos pode se acentuar e impedi-lo mesmo de andar. O tratamento consiste de repouso, afastamento dos treinamentos e até de imobilização.

Tendinite do tibial posterior: Inflamação de um tendão na face lateral interna do calcanhar. Pode-se tratá-la com gelo e antiinflamatórios.

Nas pernas:

Fraturas de fadiga: Semelhantes às descritas para os pés.

Síndromes compartimentais: Aumento de pressão em um compartimento muscular da perna, proporcionado por excesso de uso e aumento de volume sanguíneo nesse compartimento. Tratamento pode ir desde o repouso até cirurgia.

Tendinite do tendão calcâneo: Esse tendão foi chamado de tendão de Aquiles até recentemente. Os aumentos de milhagem, corrida e os treinamentos em subidas podem desencadeá-la. Tratamento: repouso, antiinflamatórios, fisioterapia, alongamento e, nos casos mais rebeldes, cirurgia.

Canelites: Nome popular para dor de músculos e tendões em face anterior da perna. Tratamento com repouso, gelo e antiinflamatórios.

Nos joelhos:

Dor patelo-femoral: Dor de origem insidiosa na patela (rótula) e nos tendões próximos. Uma das queixas mais frequentes em corredores. Tratamento com repouso, joelheiras e tiras patelares, antiinflamatórios, reforço do quadríceps e alongamento dos posteriores de coxa.

Desarranjos internos: Lesões de meniscos, lesões da cartilagem, etc. Tratamento depende do correto diagnóstico.

Tendinites: Inflamação dos tendões ao redor do joelho. Tratamento diversificado.

Coxa e quadril:

Bursites: Inflamação da bursa (bolsa) na face lateral do quadril, entre os músculos e o fêmur. Tratamento com gelo, antiinflamatórios e repouso. Fisioterapia pode ser necessária.

Estiramento dos isquiotibiais: Estiramento (distensão) dos músculos posteriores da coxa. Tratamento como no caso anterior.

Coluna:

Ciática: Dor de comprometimento do nervo ciático, em geral consequente à dor lombar. Pode indicar uma lesão do disco (hérnia) intervertebral.

Entorse lombar: Dor e espasmo em músculos da região lombar. Tratamento com repouso, analgésicos, fisioterapia e alongamentos.

Estenose de canal: Estreitamento do canal espinal. Caracteriza-se por dor após distância percorrida. Incide em faixa etária mais tardia. Tratamento pode incluir cirurgia.

Fonte: http://www.webrun.com.br




Comente:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Arquivo do blog