segunda-feira, 30 de abril de 2012

Considerações psicológicas da preparação do atleta pra competição




O treinamento vai muito além do ensinamento de habilidades básicas. Uma vez que o atleta aprendeu as aptidões básicas do jogo, ele deve aprender como aplicar as aptidões, conhecimento de regras e etiqueta do jogo ao se preparar para competir.
 
Antes que isso possa acontecer, o atleta deve se divertir no esporte e querer jogá-lo. Ter isso como princípio permite ao técnico a obtenção de uma imensa base de aprendizado. Conforme as coisas progridem, o técnico pode lembrar aos atletas que a atividade deve ser um desafio e que esporte é uma atividade que eles quererão ser capazes de realizar. Sem estabelecer esta premissa, o conceito de desistência torna-se uma opção – o pior cenário possível no esporte.
 
Tarefas ==> habilidades ==> aplicação ==> competição
 
Os atletas  receberam as tarefas ou elementos necessários para realizar uma aptidão. Aptidões são as habilidades fundamentais necessárias para aplicação esportiva. Eles desenvolveram uma combinação de aptidões a serem aplicadas na preparação para a competição. Eles agora estão prontos para competir de acordo com as regras e diretrizes do esporte.
 
Atletas desenvolverão confiança esportiva ao seguirem uma progressão de treinamento que vai das mais simples às mais complexas aptidões, permitindo-lhes experimentar conquistas atléticas bem-sucedidas através de repetição em séries, semelhantes ao ambiente de competição.
 
Prontidão do atleta
A prontidão do atleta deve ser determinada durante a preparação para a competição. Prontidão dos atletas significa que eles estão concentrados!
  • Prontidão mental: tornar-se um batalhador no evento, mostrando confiança e entendendo a estratégia.
  • Prontidão física: tornar-se fisicamente condicionado e treinado nas aptidões requeridas para competir
Prontidão física + prontidão mental = prontidão competitiva
 
Os formulários da Special Olympics para avaliação diária e de habilidades esportivas são um excelente recurso para mensuração de aptidões e prontidão competitiva. Estas ferramentas o ajudarão a determinar os eventos adequados para os atletas.
 
A Special Olympics oferece muitas disciplinas — arrancadas, corrida de longa distância, saltos, arremessos e caminhadas, além de eventos para cadeiras de rodas. Os atletas não devem apenas ser colocados em um nível competitivo que desafiará seus melhores esforços de superação, mas também devem ser alocados em eventos que eles apreciarão. Motivação positiva e participação podem inspirar o atleta a se superar e ganhar confiança esportiva.
 
Identifique fontes de motivação
Atletas primeiro: observe e conheça seus atletas para determinar porque eles participam da Special Olympics. Recompense-os adequadamente.
 
Tipos de recompensas
  • Intrínseca: atletas competem pela alegria e vibração do esporte.
  • Extrínseca: atletas competem pelo prêmio
 
Fixando metas 
  • Metas realísticas, porém desafiadoras, de curto e longo prazo, ajudam a motivar.
  • Atletas com deficiência intelectual podem ser mais motivados por metas de curto prazo do que de longo prazo.
  • As metas conduzem as ações dos atletas tanto nos treinamentos como nas competições.
 
Desenvolvendo confiança esportiva
Confiança esportiva é obtida através da experiência do sucesso, repetidas vezes, na mesma ou semelhante situação. Confiança esportiva é uma das mais importantes premissas das conquistas atléticas. Suas estratégias de treinamento devem ser arquitetadas sobre repetições em séries similares ao ambiente competitivo.
  1. Desenvolver confiança esportiva em atletas contribui para fazer as participações divertidas, e é crucial para a motivação do atleta.
  2. Uma quantidade considerável de ansiedade é eliminada quando os atletas sabem o que é esperado deles e quando eles devem estar preparados.
  3. Preparação mental é tão importante quanto aptidões de treino.
  4. Progredir em direção a habilidades mais complexas aumenta o desafio.
  5. Regredir para habilidades mais primárias fortalece a confiança.
 
As duas únicas coisas que um atleta pode controlar são:
 
Atitude e esforço
 
Enfatize a importância de aprimorar o melhor de si e de fazer o máximo esforço em todos os momentos durante treinamentos e competição.
  • Recompense os atletas quando metas são atingidas (verbal, não-verbal e tangivelmente)
  • Motive e desafie os atletas através de sessões de treino bem planejadas.
  • Estabeleça diretrizes de comportamento aceitável e expectativas, ao criar dicas positivas e reafirmações.


Comente:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Arquivo do blog