quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Como preparar um treinamento de salto ornamental





O salto ornamental é um esporte em que consiste em um atleta pular de uma plataforma ou trampolim em direção a água, executando manobras plásticas junto com uma capacidade comum do ser humano, que é o ato de saltar. É um esporte extremamente técnico, já que o que ele realmente procura, é a perfeição nos movimentos humanos, sendo que todo movimento é analisado por uma banca de jurados especiais.
Para se efetuar uma boa série de treinamentos nesse esporte, são necessários uma série de fatores e uma boa preparação é fundamental para um trabalho bem feito.

Instruções

1 Primeiramente, deve haver alguns horários estipulados para os treinos, lembrando que para um atleta alcançar um elevado nível, é importante que haja ao menos 4 dias de treino durante a semana, com uma carga horária de no mínimo doze horas no total.

A alimentação é um quesito importante para o atleta, é papel do treinador estipular o que o atleta pode comer e quando, lembrando que carboidratos são essenciais antes do treino, mas nada em excesso.

Preparação física é um quesito que deve ser levado em consideração também, já que para o atleta conseguir mostrar seu máximo potencial, é importante que ele tenha um físico apto para tal. Academia é importante, frisando partes especificas do corpo como pernas e braços, que são largamente utilizados.

2 Assim como a parte física, a mental é extremamente cobrada, já que existe muita pressão nesse esporte por parte dos jurados, sendo assim, é importante que o atleta consulte um psicólogo caso seja necessário ao menos uma vez ao mês.

Os treinos são importantíssimos, mas assim como a parte psicológica, é necessário fazer o atleta entender que sua vida não é apenas o esporte, e é importante fazer com que ele não abandone sua vida social por causa da prática.

Para um treinador, é importante que ele mostre que o atleta é capaz, por isso, a motivação é algo que deve ser expressa em cada frase, mantendo a confiança intacta.
Um treinador não deve abusar do limite físico do atleta, mas para ele não abusar, ele deve conhecer o atleta ao máximo, sendo assim, entra mais um quesito que o conhecimento do atleta para que, junto com o treinador, ambos alcancem seus reais objetivos.

3 O Treinador é o principal motivador do atleta, lembrando disso, é também papel dele colocar um objetivo na cabeça do atleta, para que ele tenha algo para se buscar.
É importante que o treinador tenha um plano de treino, abusando em cada parte do período, uma parte que o atleta precise melhorar, e sucessivamente, aumentar a intensidade dos treinos, para que a cada passar de datas, o atleta progrida e sucessivamente seja um atleta mais completo.



Comente:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Arquivo do blog