terça-feira, 15 de julho de 2014

Prorrogação no futebol: lesões graves e até desmaios nos jogadores






A Copa do Mundo acabou, mas não há como não comentar o batida de recorde de prorrogações durante uma fase mata-mata. Foram cinco só durante as oitavas de final. Teve prorrogação nas quartas de final, na semifinal e na grande final. A energia necessária para jogar mais 30 minutos pode levar os jogadores ao seu limite físico, muitas vezes ocasionando lesões sérias.

Por mais que os jogadores treinem diariamente para terem um bom desempenho nos jogos, durante as partidas eles acabam correndo uma distância maior e com mais velocidade do que estão acostumados.

Durante uma partida, o atleta chega a correr uma média de 11 a 13 quilômetros. Até os anos 80, essa média era de quatro a sete quilômetros. Além disso, os jogadores também estão mais velozes, dando tiros que, muitas vezes, ultrapassam 30 km/h. Os  jogadores podem apresentar problemas musculares causados pela exaustão dos músculos.

Em um atleta profissional, que passou por uma avaliação física e médica criteriosa e está executando exercícios muito além daqueles que está acostumado, como em uma prorrogação, podem acontecer cãibras, distensões e lesões musculares, entorses ligamentares e até mesmo desmaios.

A grande causa dos problemas é o esgotamento do estoque de energia dos atletas, que faz com que o corpo procure energia em outros locais, como a gordura corporal e os músculos.

A cãibras podem acontecer por três motivos: desidratação pelo excesso de transpiração, perda de uma grande quantidade de Sódio pelo suor e por um mecanismo de aumento excessivo de trabalho muscular. As distensões e lesões musculares podem acontecer por desidratação, por contratura e fadiga muscular.

A recuperação dessas caimbras pode ser rápida e permitir que o jogador continue na partida ou pode exigir um afastamento por um período maior. Porém as distensões e lesões musculares e dos ligamentos impossibilitariam o atleta de continuar jogando. Caso ocorra um desmaio, é obrigatório que o atleta saia de campo para ser atendido por uma equipe médica.

Ao final da partida, para que os jogadores se recuperem para a próxima disputa, o mais indicado é repouso, fisioterapia, hidratação, massagem e alimentação adequada.



Comente:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Arquivo do blog