segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Como motivar o aluno desmotivado no treinamento desportivo




http://content-portal.istoe.com.br/istoeimagens/imagens/mi_11258761083713327.jpg

Em qualquer coisa na vida, é importante fazer o que se gosta. E, embora muitos praticantes de esportes gostem do esporte que pratica, muitos tem restrições ao treinamento da  parte física. Exercícios repetidos, que pode não ter a ver com a musculatura que precisa ser exercitada e falta de motivação no próprio treino podem ser motivos para que a performance o treinamento não seja a melhor.

E aí o preparador tem que colocar a mão na massa literalmente. É necessário buscar novos exercícios, novas formas de se atingir o objetivo proposto além de prestar atenção no próprio treino para motivar os atletas/praticantes da melhor forma possível. É preciso ter a certeza de que, para muitos, a parte física é chata e que pode estar com uma carga maior do que a pessoa suporta, podendo até provocar lesão.

Por isso, é importante fazer exercícios conforme a preferência de quem está praticando. Conversar sobre melhores atividade a serem feitas e adaptar as que não agradam pode ser o ponto de partida.  A regularidade do treino junto com a boa performance está na prática de exercícios que são bem vistos. Nesse caso, quanto mais movimentos variados melhor. 

A motivação do professor com os atletas também é importante. Incentivar e observar quais são os exercícios que mais trazem satisfação pode ser o ponto de partida para o treinamento físico 100% eficaz.

Fique de olho!




Comente:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Arquivo do blog