segunda-feira, 14 de novembro de 2016

09:57:00

10 dicas e uma SUPER DICA para melhorar a Hipertrofia Muscular

http://xtrafit.pt/wp-content/uploads/2016/03/build-muscle-and-strength-with-pyramid-training-graphics-3.jpg

Quer saber mais sobre Hipertrofia, né? Então vem comigo!

Pode-se definir a hipertrofia muscular como o aumento das células dos músculos, que é um tecido do corpo humano, assim como a pele. Quando ocorre uma progressão, ele aumenta de tamanho e, assim, a pessoa fica com um aspecto maior.

Muitos aspectos estão envolvidos num treinamento de hipertrofia mas te darei 10 dicas diretas e uma super dica para que você tenha sucesso neste processo.

1 - Dê diversos estímulos aos músculos - Treine com diversas faixas de séries e repetições, para que você não estagne e também para que ofereça diversas surpresas e novidades ao seu corpo.

2 - Durma cedo e bem. O sono é um fator muito importante para o anabolismo;.

3 - Não exagere no aeróbico

4 - Esqueça o seu celular no armário.  Toma tempo de treino, pessoas perdem a noção de intervalo entre as series e dormem nos aparelhos. Treino é treino!

5 - Evite a gordura trans e foque naquelas que podem acrescentar ao seu treino.

6 - Treine com pesos desafiadores com seis a 12 repetições.

7 - Não falte treinos. Faltar os treinos vai prejudicar demais o aparecimento de resultados, por isso evite faltar, tenha consistência para ver os resultados.

8 - Descanse seus músculos! Descansar o músculo treinado por 48 hrs é o mínimo que pode fazer para chegar a um bom anabolismo.

9 - Treine intenso sempre!  Menos carga e movimentos lentos e completos te darão os músculos que tanto deseja!

10 - Mantenha a ingestão de proteínas num nível adequado e não esqueça da hidratação.

Agora, é a vez da SUPER DICA!

A super dica vai para você que quer:

- Aprender a turbinar sua testosterona a nível máximo
- Conhecer a mágica para o rompimento de fibras
- Saber como deixar seu abdomen definitivamente trincado
- Aprender o caminho para o corpo perfeito
- Conhecer os atalhos guardados a sete chaves
- Transformar seu corpo em um potente anabolizante natural

Clique na imagem para ter maiores informações:

https://go.hotmart.com/Y4782124P

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

08:20:00

Dores no joelho podem prejudicar o Treinamento Físico

 https://static.tuasaude.com/img/oq/ue/o-que-fazer-para-aliviar-a-dor-no-joelho-facebook.jpg

Não tem como negar que os joelhos são muito exigidos na atividade física. Não ter um bom fortalecimento ou fazer movimentos errados pode trazer dores na região.

A gente sabe que o joelho forma uma das maiores e mais complexas articulações do corpo humano, envolvem ossos, cartilagens, ligamentos, tendões e bolsas com líquido para lubrificá-los. Esse conjunto é vulnerável a traumas e frequentemente é recrutado em excesso, tornando a área suscetível a lesões.

Eles apresentam sinais quando estão com problemas. Atente-se à presença de dor sem esforço, de dificuldade para apoiar o peso do corpo ou de movimentá-los, de estalos ou rangidos dolorosos e de inchaço e vermelhidão na articulação.

Esses desconfortos são causados por distintas razões, desde artrite, artrose, bursite, sinovite, lesões de menisco, de ligamentos e da patela, tendinite ou rompimento de tendões, até inflamações em outras regiões adjacentes.

Podem desencadear tais situações: o treinamento excessivo, a execução inadequada de exercícios, o uso de calçados e materiais inapropriados, a falta de condicionamento dos músculos e de flexibilidade, a existência de desequilíbrios musculares (sobretudo entre a musculatura anterior e posterior da coxa), de questões biomecânicas que resultam em tensão sobre os joelhos ou de debilidades em outras articulações.

O diagnóstico correto é fundamental, pois diferentes fatores, estruturas e problemas, muitas vezes, causam os mesmos sintomas. O exame clínico com um especialista possibilitará a avaliação mais precisa.

O tratamento difere conforme o caso, entretanto, habitualmente é realizado com exercícios de fortalecimento muscular (coxa e músculos estabilizadores do quadril), alongamento e adequação, quando preciso, de aspectos do treinamento (frequência de treino, por exemplo). Quadros mais graves demandam o uso de medicamentos ou até mesmo intervenções cirúrgicas.

É preciso tomar cuidado para que essas dores não interfiram no treinamento, seja ele qual for. Atenção aos sinais, prevenção com fortalecimento de musculatura e cuidado na execução de movimentos são os pontos de partida para que dores no joelho não prejudiquem qualquer treinamento.

Até a próxima!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Arquivo do blog