segunda-feira, 14 de agosto de 2017

14:36:00

Saiba mais sobre a Calistenia



Melhorar a resistência muscular, a coordenação motora e a flexibilidade, usando apenas o peso do próprio corpo durante os movimentos. Esses são alguns dos objetivos da calistenia, uma modalidade que une exercícios de força física e flexibilidade, que vem conquistando muitos adeptos em Maceió. Considerada uma das mais antigas metodologias de treinamento do mundo, ela surgiu na Europa, praticada por militares como treino de condicionamento físico.

Para quem está sedentário e deseja começar a praticar calistenia, o primeiro passo é consultar um médico. É necessário fazer uma avaliação clínica geral para o médico avaliar o condicionamento físico antes e durante o programa de treino. É preciso saber se está apto para realizar os exercícios, se há alguma patologia grave na coluna ou alguma restrição médica. Lógico que cada pessoa realiza os exercícios de acordo com sua capacidade, respeitando sempre seus limites e na presença de um profissional.

A calistenia costuma ser comparada ao treinamento funcional ou CrossFit, mas os exercícios calistênicos se concentram na força e utilizam somente o peso do corpo. Os movimentos do treino trabalham os grupos musculares, buscando a maior contração muscular possível, alinhamento da postura e definição do corpo. Nos treinos, os praticantes costumam fazer um breve aquecimento, como exige qualquer outra modalidade de atividade física, para reduzir o risco de lesões.

Os movimentos da calistenia, alguns derivados da ginástica olímpica, são realizados com o peso do corpo e o auxílio de barras fixas e bastões, trabalhando o ganho de massa magra, a definição dos músculos, coordenação motora, flexibilidade, resistência e a consciência corporal.

A prática, além de fortalecer os músculos superiores e inferiores, ajuda no sistema cardiovascular. As flexões, por exemplo, trabalham a construção de músculos no peito, ombros e tríceps, além de auxiliar a adquirir estabilidade e resistência muscular. Os movimentos exigem condicionamento das costas e bíceps.

Na Internet, é possível encontrar milhares de vídeos, fotos, e tutoriais demonstrando alguns exercícios da calistenia. Apesar de ser um ponto positivo para a divulgação do método, é preciso alertar aos iniciantes sobre o risco de imitar os movimentos sem orientação. 

Se o assunto é saúde, não dá para confiar em qualquer um. Na internet o que não falta são indicações de treinos, dietas e tratamentos. Mas o conhecimento adquirido no mundo virtual não é suficiente para formar professores e especialistas em saúde.

O treino da calistenia aliados a outras modalidades traz resultados satisfatórios para quem busca qualidade de vida e condicionamento físico. "Mas a prática da modalidade, por si só, é bem completa, sem que precise o auxílio de outras atividades para a manutenção da saúde. Os limites do corpo devem ser percebidos, entendidos e respeitados. Sedentários devem apenas tomar cuidado com a intensidade e frequência dos movimentos e aos poucos vai evoluindo nos exercícios sem nenhum problema.

Adote a calistenia!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Arquivo do blog